Uncategorized

Bebidas alcoólicas Veganas: Saiba quais são para você aproveitar

O veganismo está ganhando o mundo e entre as bebidas alcoólicas não é diferente. Muito mais do que apenas um estilo de vida, ser vegano é ter uma vida mais saudável, longa e garantindo a segurança dos animais.

Quando evitamos o consumo de alimentos e bebidas de origem animal, estamos preservando o meio ambiente e garantindo um mundo melhor para o futuro. Mas, afinal, as bebidas alcoólicas não são naturalmente veganas?

Nem sempre. Existem bebidas que possuem em sua composição e processo de fabricação, contato com produtos e aditivos de origem animal. Para entender como isso ocorre, leia este artigo completinho e perfeito para você que é vegano e não quer errar nas escolhas de suas bebidas.

Afinal, todas bebidas alcoólicas não são veganas?

Antes de mais nada, vegano é toda pessoa que não se alimenta de nenhum tipo de produto de origem animal, assim como não usa roupas ou qualquer produto que possua derivados de animais na composição.

Atualmente, mais de 79 milhões de pessoas em todo mundo são veganas e no Brasil, 4% da população se declara ou vegetariana, ou vegana. Com o crescimento do veganismo, torna-se fundamental determinar o que é vegano e o que não é. E nem sempre é fácil fazer essa separação.

No caso das bebidas alcoólicas, à primeira vista, toda bebida a base de álcool deveria ser naturalmente vegana, já que não possui contato e nem derivado de animais, mas plantas e grãos.

Porém, muitas fabricantes, inclusive, bebidas artesanais, podem levar em sua composição aditivos de origem animal, seja para melhorar o sabor, conservar ou outros motivos.

Por isso, veja no próximo tópico nossas dicas para fazer essa distinção com justiça e segurança, para você tomar suas bebidas alcoólicas sem medo.

Como saber quando uma bebida alcoólica é 100% vegana?

Vinhos

O vinho é naturalmente vegano, já que é originado da fermentação das uvas processadas, porém, muitas vinícolas, principalmente de venda comercial e não artesanal, podem utilizar albumina do ovo, óleo de peixe e até medula óssea de animais para refinar e clarificar o vinho.

Apesar de ser raro este processo nos dias atuais, existem vinícolas que mantém esse tipo de método. Na compra de uma garrafa, observe a composição e procure saber como seu vinho preferido é produzido.

Alguns vinhos que não possuem esse processo de fabricação, mas são, sim, totalmente veganos, são:

Cervejas

A cerveja também segue o mesmo raciocínio dos vinhos e deveria ser 100% vegano, mas algumas marcas possuem processos que para acelerar a levedura, pode ter em sua composição, uma substância contida na bexiga de alguns tipos de peixes de água doce.

Em Portugal, por exemplo, as cervejas podem passar por um processo com gordura de porco até ser concluída e vendida com “cara” de totalmente vegan. No Brasil, a grande maioria das cervejas é vegana, então, você pode aproveitar tranquilamente. As cervejas veganas mais conhecidas, são:

  • Budweiser;
  • Super Bock;
  • Corona Extra e Light;

Destilados veganos

Entre os destilados como a cachaça, Gin e Vodka, basicamente não tem o que dizer, por que todos são veganos. São elas:

  • Cachaça Velho Barreiro;
  • Cachaça de Jambu;
  • Cachaça artesanal Alambique Trevisan;
  • Gin;
  • Vodka;
  • Tequila;
  • Conhaque;
  • Uísque;
  • Rum.

Mas, existem exceções. As bebidas alcoólicas destiladas que usam algum tipo de produto de origem animal em sua composição, são licores e alguns tipos de coquetéis e batidas, por exemplo, que podem conter leite e mel.

Em vinícolas, bares e alambiques, sempre procure saber como foi o processo de fabricação e na compra das bebidas, observe o rótulo, onde deve haver as especificações de produtos utilizados e modo de preparo.

 

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo